Conjunto de reclamações curiosa chama a atenção da ANS

A reguladora chegou a discutir entrar com a operação de fiscalização Olho Vivo na operadora Prevent Senior, com base em “denúncias”

Por Rodrigo Sanches

Não é de hoje que os planos de saúde criam dificuldade na contratação ou cobram custos exorbitantes para o público da terceira idade, tentando evitar muitos exames e consultas desses pacientes. Por isso, um conjunto de reclamações chamou a atenção do conselho da Agência Nacional de Saúde (ANS). A reguladora chegou a discutir entrar com a operação de fiscalização Olho Vivo na operadora Prevent Senior, com base em “denúncias” de que ela se recusava a aceitar novos clientes que tivessem menos de 47 anos.

A operadora tem um modelo de negócios que foca o público idoso, com acompanhamento preventivo programado pela empresa.

Procurada, a ANS diz que não há processo fiscalizatório em curso, mas que as operadoras não podem recusar beneficiários em razão da idade. Nega ainda que o tema tenha sido debatido em reuniões e diz que fiscalizações não são feitas atualmente no âmbito do programa Olho Vivo, que foi revogado.

A Prevent Senior nega a informação e diz que tem beneficiários de diversas faixas etárias. A empresa ressalta ainda que segue as regras estabelecidas pela ANS.

 

Conjunto de reclamações curiosa chama a atenção da ANS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *